Select Menu

Destaque

Tecnologia do Blogger.

.Pesquisa

Carregando...

Notícias

artigos

ATENTADOS CONTRA PMS NO CEARÁ

concurso

vídeos

Artigo publicado no blog Policial Pensador (ACESSE) - Um palhaço fala em tom estridente: “Você também é explorado!”. Assim, a palavra de ordem bradada em manifestações populares é assimilada pela máquina capitalista e se transforma em refrão da péssima canção dos Titãs, “Fardado”.

Ao contrário dos velhos playboys, que fizeram sucesso nos anos 80 e que agora tentam se revender com a imagem de rebeldia, o Rapper cearense Preto Zezé, com sua canção “Do outro lado da farda”, não fica na miopia de ver apenas a farda ou o fardado. Morador da favela, ele sabe que pedir ao policial, “ponha-se no meu lugar”, como querem os Titãs, é mostrar-se apartado daquela realidade, na qual o jovem negro e/ou pobre tem como principais formas de ascensão social ser um soldado do tráfico ou soldado de polícia, dentro do contexto perverso da “guerra às drogas”.

Preto Zezé enxerga mais: Ao ver “do outro lado”, consegue atravessar a farda com múltiplas visões, experimentando um novo lugar. Sabe que o papel do fardado é “manter a ordem injusta”, “sem dor ou sentimento”. Mas sabe que para isso este mesmo policial sofre “exploração e humilhação do princípio ao fim”.

Enquanto os cinquentões tentam agradar em uma música com batida ruim e câmera frenética no clipe em que aparecem vestidos de palhaços – reconhecidamente a imagem que presos tatuam no corpo para mostrar que são matadores de policiais –, Preto Zezé consegue fazer poesia política complexa com um ritmo simples, qualidade de rappers e de emboladores, seus correlatos nordestinos. Essa voz da favela, ao contrário dos palhaços, sabe que “ninguém consola a família de um PM no velório” e que a missão policial toma feições suicidas em uma “democracia de fachada”. Nas ruas e para a gestão da (in)segurança pública, “policial tombado ou civil morto” é apenas estatística.
Preto Zezé (Foto: CUFA)
As ordens em forma de perguntas: “Por que você não limpa essa merda?!” e “Por que você não abaixa esse escudo?!”, feitas pela ex-famosa banda de pop-rock, mostram o total desconhecimento dos problemas sociais e de como a polícia – instituição indispensável em qualquer sociedade –, pode ser utilizada para manter uma “contradição cortante” em que o policial vive o dilema de ter que ser o “Capitão Nascimento” aplaudido pela classe média quando vai tratar dos filhos de sua favela, mas que também é xingado, inclusive em canções, por aquela mesma classe, ao tentar prender o “playboy metido a escroto”.

Preto Zezé mostra que a favela está viva e mais pensante do que nunca. Não faz um mero esculacho míope à polícia, como fazem os Titãs, como também não compõe uma ode à polícia. Sua canção é a elegia de nosso sistema, uma arma potente e uma crítica efetiva que muitos intelectuais e militantes ainda não conseguiram fazer.
- - -
Desde quando foi anunciado pelo Governador mais uma Turma para o Curso de Formação de Soldados, ou anté antes, muitos candidatos remanescentes que aguardavam a convocação já se anteciparam e solicitaram os diversos exames que deverão ser cobrados pela banca organizadora, baseando-se pelo edital.

A ideia pode ser entendida como boa, até porque, as clínicas geralmente ficam lotadas em época de segunda fase. Porém, como "demorou" mais um pouco para ser divulgada a tal lista, muitos candidatos que se adiantaram chegaram a se preocupar se os exames realizados perderiam a validade.

Como o concurso ainda é regido pelo edital nº 1/2011, buscamos a resposta no item que dispõe sobre o assunto. Vejamos o que ele diz:


8.3 Os exames exigidos no subitem anterior deverão conter o número do documento de identidade do candidato e ter prazo de validade não superior a 60 (sessenta) dias entre a data de realização e sua apresentação à banca examinadora.
Lembrando que a divulgação da data para apresentação dos exames deverá sair só na metade de Agosto. Portanto, quem se apressou e optou por realizar os exames antes da convocação, está correndo um pequeno risco de passar por problemas. 

O recomendado é ficar atento aos prazos e, na dúvida, fazer tudo de novo. Depois de tanta espera, melhor gastar um pouco mais do que perder essa oportunidade de ouro.

- - - -
Finalmente o grande dia chegou para os candidatos remanescentes do concurso para soldado da PMCE, realizado em 2012. Foi divulgada hoje (24), no site da FUNCAB a convocação para mais um Curso de Formação Profissional, em Quarta Chamada. Estão convocados a participarem da Segunda Fase do certamente os candidatos classificados entre as colocações 3.603º até 5.052º, se do sexo masculino; e 191º até 265º.

Só resta desejar boa sorte a todos, principalmente aos colegas conterrâneos pela vitória sofrida. Que Deus abençoe o caminho de todos!
- - - - - -
Está circulando nas redes sociais uma imagem que seria do novo fardamento da Polícia Militar do Ceará. Desde o ano passado, foi adotado um novo modelo de fardamento para toda a tropa da PM. A novidade é que Ronda do Quarteirão e Policiamento Geral passarão a usar a mesma farda, de cores azuis claro e escuro para a camisa e calça, respectivamente. O coturno de cano médio dá lugar a uma espécie de "bota", com a calça, colocada por fora. Cogita-se que o uniforme será utilizado a partir do final de Agosto. O que acharam?

Imagem: Facebook
- -
Foi divulgado no site da AESP/CE uma nota a respeito da convocação de candidatos para a Quarta-Turma do Curso de Formação Profissional de Soldados da PMCE classificados no último concurso, realizado em 2012. Pelo visto, a famigerada convocação está mais próxima do que nunca!

Segue na íntegra a nota:


A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (AESP/CE), no uso de suas atribuições legais, torna pública algumas informações importantes a respeito da convocação dos candidatos ao cargo de Soldado PM da Carreira de Praças da Polícia Militar do Ceará (PMCE), para a formação da quarta turma do Curso de Formação Profissional (CFP).

Os procedimentos administrativos para a contratação da empresa organizadora da seleção ainda estão sendo realizados. O edital de publicação será divulgado em breve, porém é importante que os candidatos estejam cientes das informações a seguir:


INFORMATIVO 4ª TURMA – CFP/PMCE

Na quarta turma do Curso de Formação Profissional, terceira etapa do concurso público para ingresso no cargo de Soldado PM da Carreira de Praças Policiais Militares da Polícia Militar do Ceará (PMCE), regido pelo EDITAL Nº 1/2011 – PMCE, de 8 de novembro de 2011, publicado no DOE de 10 de novembro de 2011, retificado pelo EDITAL Nº 002/2011 – PMCE, de 24 de novembro de 2011, publicado no DOE de 13 de dezembro de 2011, serão matriculados até 1.200 candidatos, sendo, no máximo, 1.140 matrículas para o sexo masculino (95% do total de vagas) e 60 matrículas para o sexo feminino (5% do total de vagas).

Serão convocados para a segunda etapa do concurso (inspeção de saúde), que compreenderá análises clínica e dos exames médico-odontológico, biométrico e toxicológico, os candidatos aprovados na primeira etapa e classificados entre as posições 3.603º até 5.052º, do sexo masculino, e 191º até 266º, do sexo feminino, conforme EDITAL Nº 002/2012 – PMCE de 22 de março de 2012, publicado no DOE/CE de 23 de março de 2012.

Ressalta-se que estará automaticamente eliminado do certame o candidato considerado inapto, ou que não comparecer aos exames médicos ou, ainda, que deixar de entregar algum exame no local, na data e no horário estabelecidos, ou posteriormente, caso seja solicitado pela Junta Médica.

Assim, os candidatos NÃO ELIMINADOS serão convocados para a terceira etapa do concurso (Curso de Formação Profissional – CFP) até atingirem o somatório máximo de 1.200 matrículas, respeitadas as proporções percentuais previstas para cada sexo, seguindo-se rigorosamente a ordem de classificação final na primeira etapa do concurso (exame intelectual) dentre as posições retromencionadas.

Lembra-se que será eliminado do concurso público o candidato convocado para o Curso de Formação Profissional que deixar de apresentar a documentação exigida no período estipulado em edital ou que apresentá-la de forma irregular; não efetivar sua matrícula no período estipulado; desistir expressamente do curso; deixar de realizar o credenciamento por qualquer motivo no Curso de Formação Profissional ou, ainda, não satisfizer os demais requisitos legais, regulamentares e (ou) regimentais. Alem disso, somente serão admitidos a matrícula no Curso de Formação Profissional dos candidatos que tiverem idade igual ou superior a 18 (dezoito) anos e inferior a 30 (trinta) anos na data de 30 de maio de 2012.

Outro aspecto relevante é a primeira oportunidade da avaliação de capacidade física, que acontecerá no primeiro final de semana, logo após o início do CFP, sendo que com 15 dias depois será realizada a segunda oportunidade, onde o candidato que não atingir a performance mínima nos testes físicos, em uma das tentativas, será eliminado do concurso e não terá classificação alguma.

Para mais informações, consultar o edital de abertura e os demais editais desse concurso nos endereços eletrônicos http://www.cespe.unb.br/concursos/pmce2011/ e http://ww5.funcab.org/inicial.asp?id=211



Fonte: AESP

- - -
Artigo publicado no site Abordagem Policial - Há alguns anos que milito em prol da liberdade de expressão dos policiais e bombeiros militares. Não bastasse o Código Penal Militar que submete os PMs e BMs à condição de semicidadãos, as legislações administrativas das polícias e bombeiros muitas vezes são utilizadas para retaliar aquele que se expressa – é claro, em discordância a decisões e práticas institucionais. É o que mostra uma postagem do blog do Almança, divulgando um caso absurdo e desmotivador, onde um soldado do Bombeiro Militar do Espírito Santo foi demitido por criticar superiores no Facebook.

Abaixo, a publicação que o soldado BM teria feito em seu perfil do Facebook:

Também segundo o Blog do Almança, segue a decisão do comando do Bombeiro Militar do Espírito Santo:
Publicação que decidiu pela punição do Bombeiro Militar. Imagem: Blog do Almança

O próprio bombeiro reconheceu posteriormente que foi “movido pela emoção” e que acabou “por fazer uma publicação cujas palavras foram um tanto quanto exageradas”. Mas não foi suficiente: ainda hoje o ex-bombeiro continua excluído por “autorizar, promover ou tomar parte em qualquer manifestação coletiva, de caráter reivindicatório, de crítica ou de apoio a ato de superior, exceto nas demonstrações de boa e sã camaradagem” (risível!).

Casos assim precisam acabar. Organizações e militantes de Direitos Humanos precisam se ocupar com esse tema. Os Direitos e Garantias Fundamentais da Constituição devem valer também para os policiais e bombeiros militares.

Entenda todo o caso no blog do Almança.
- -
O vereador de Pedra Branca e filho do prefeito do Município, Jeová Albquerque Vieira, teve prisão temporária decretada pela Justiça nesta quarta-feira, 23. Ele é acusado de tentativa de homicídioqualificado por motivo fútil no dia 3 deste mês e já está preso. A decisão atende pedido do Ministério Público do Ceará (MP-CE).

Segundo as investigações do MP, o vereador já tem antecedentes criminais e responde a uma ação penal por lesão corporal grave e invasão de domicílio. “O acusado revela-se, portanto, afeito à prática de crimes violentos e hediondos, além de se mostrar ousado, não demonstrando qualquer receio em afrontar a lei e a Justiça”, afirma o MP.

Segundo o promotor Alexandre Pontes Aragão, a liberdade de Jeová pode trazer medo à vítima e às testemunhas do caso, dificultando os trabalhos de investigação. “Entendo ser necessária a decretação da prisão temporária neste momento para o aprofundamento e a lisura das investigações criminais no inquérito policial vindouro”, disse o juiz responsável pelo caso.

Também foi expedido mandado de busca e apreensão em imóveis do acusado.que também expediu mandado de busca e apreensão em imóveis do acusado, filho do prefeito Pedro Vieira Filho - o "Pedro Paraibano".

A prisão temporária está prevista na Lei nº 7.960/1989 e tem duração de 30 dias, podendo ser prorrogada por mais um mês em caso de necessidade comprovada.
Fonte: O Povo
- -
Em menos de um mês, 13 smartphones com acesso a internet em unidades prisionais foram apreendidos pela Secretária de Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus-CE). Os aparelhos eram utilizados pelos detentos para realizar postagens em redes sociais e navegar em outros sites. Desde 19 de junho, o Órgão, tem intensificado as vistorias nos presídios do estado por meio da Operação Facebook.

O uso de aparelhos celulares por detentos em unidades prisionais não é uma prática nova. O objetivo nem sempre é só acessar a internet, mas também aplicar golpes na população. Uma pesquisa realizada pela Sejus-CE informa que, em 2013, foram apreendidos 4.295 telefones celulares nos presídios cearenses. De janeiro a junho deste ano, houveram 1.375 apreensões.

A secretaria acredita que a solução para este problema está no uso de equipamentos que bloqueiam o sinal das operadoras de telefone móvel dentro dos presídios. O Órgão comenta que algumas unidades prisionais do Ceará já testam o equipamento, mas o alcance dos bloqueadores tem atingido bairros vizinhos, prejudicando a população, pois ultrapassam os muros das unidades prisionais.

Punição

A Operação Facebook ainda é o meio mais eficaz para evitar o uso de celulares com internet nas prisões. Quando é confirmada a identificação de um detento em com um celular, o Grupo de Apoio Penitenciário (GAP) promove a revista pontual na cela e o preso é encaminhado para o isolamento, onde poderá receber uma sanção disciplinar que proíbe temporariamente a visitação de familiares.

Além disso, a ocorrência fica registrada em sua certidão carcerária. Isso poderá impedir a concessão de benefícios, como progressão de regime ou trabalho externo.

Segurança

Para aumentar a segurança nos presídios, o Governo do Ceará tem feito novos investimentos. Foram 90 milhões em construção de novas vagas, aquisição de tecnologia, como câmeras de vídeo, raquetes, raio x e bodyscanner (ferramenta similar ao raio x, mas possui maiores dimensões e informações do que é registrado).
Foi investido também na contratação de agentes penitenciários e formalização do GAP, que serve como suporte à segurança.


Fonte: O Povo
- - -
Agentes da Polícia Rodoviária Federal(PRF) de plantão naUnidade Operacional de Jaguaribeprenderam, nesta quarta-feira, 23, às 11h30min, umhomem de 28 anos, no km 302 da BR-116, que carregava uma bolsa no bagageiro de um ônibus, contendouma submetralhadora e dois carregadores sem munição, além de quatro bananas de dinamite.

O ônibus fazia o percurso de São Paulo até Fortaleza. Ao fazer a verificação das pessoas e bagagens, os agentes da Polícia identificaram a arma e os explosivos e constataram que todo o material encontrado pertencia a um passageiro.

Ele confessou aos policiais que costumava receber mil reais para fazer esse traslado e entregar o armamento e os explosivos a uma pessoa na Rodoviária Engenheiro João Tomé, em Fortaleza. Ele foi preso pelos agentes e encaminhado à Delegacia Regional de Jaguaribe.

Dentro do ônibus, ainda foi encontrada uma caixa de papelão com 5 caixas de iPhone 5s com o aparelhos dentro e outras cinco vazias. Foram identificadas também 25 caixas, contendo em cada uma 30 óculos, totalizando uma média de 750 óculos sem nota fiscal.

De acordo com a PRF, toda a mercadoria estava sem nota fiscal, apenas com documentação indicando remetente de São Paulo e destinatário em Fortaleza. Todo o material encontrado foi encaminhado à Delegacia Regional de Jaguaribe.

Fonte: O Povo
-
Mais um exemplo de que a imprensa policial cearense não tem compromisso com a categoria, senão crescer às suas custas, explorando o bom nome da corporação para conseguir mais alguns pontos na audiência. Um apresentador de um desses programas se exaltou e xingou um policial depois de vê-lo supostamente discutir com um cinegrafista que cobria uma ocorrência onde um policial matou um outro PM.

Não vou entrar no mérito da questão, até porque eu não concordo com a atitude do policial. Mas daí um cidadão que se diz jornalista, que deve ter passado vários anos estudando numa faculdade se prestar a um papel ridículo como esses (VEJA O VÍDEO)...é de dar dó.

Quem é você, Sr. jornalista, pra falar em profissionalismo, quando a emissora em que você trabalha exibiu, sem nenhum profissionalismo, cenas de sexo explícito envolvendo uma jovem menor de idade? Sua emissora utiliza de uma "concessão pública de televisão para violar direitos humanos", como bem mencionou o site Terra quando tratando do assunto.

Não tem moral nenhum para falar em profissionalismo, pois vocês (imprensa policial) só querem o espetáculo da tragédia alheia para chamar a atenção de alguns imbecis que gostam e se alimentam de sangue no horário do almoço.

Autor: Roberto Fernandes

- - -